Sexo

Poemas de Sexo: Amor  Quando duas pessoas fazem amor Não estão apenas fazendo amor Estão dando corda ao relógio do mundo

Amor
Quando duas pessoas fazem amor
Não estão apenas fazendo amor
Estão dando corda ao relógio do mundo

Mario Quintana

Poemas de Sexo: O sexo é um acidente: o que dele recebemos é momentâneo e casual; visamos a algo mais secreto e misteri...

O sexo é um acidente: o que dele recebemos é momentâneo e casual; visamos a algo mais secreto e misterioso do qual o sexo é apenas um sinal, um símbolo.

Cesare Pavese

Poemas de Sexo: Você é o seu sexo. Todo o seu corpo é um órgão sexual, com exceção talvez das clavículas.

Você é o seu sexo. Todo o seu corpo é um órgão sexual, com exceção talvez das clavículas.

Luis Fernando Verissimo

Poemas de Sexo: As feridas da alma nunca são curadas com sexo, comida ou poder, e sim com carinho, atenção e paz.

As feridas da alma nunca são curadas com sexo, comida ou poder, e sim com carinho, atenção e paz.

Roberto Shinyashiki

Poemas de Sexo: A mesma grana que compra o sexo, mata o amor. Traz a felicidade, também chama o rancor.

A mesma grana que compra o sexo, mata o amor.
Traz a felicidade, também chama o rancor.

Emicida

Poemas de Sexo: Amar é tudo de lindo... Ser Amado é maravilhoso... Agora fazer amor com quem se Ama.. É Divino!

Amar é tudo de lindo...
Ser Amado é maravilhoso...
Agora fazer amor com quem se Ama..
É Divino!

Paulo A. Antunes

Sou presa.

Esse seu olhar de predadora;
Faz assim:
Avança em mim?

Não pensa...
dispensa todo seu pudor,
me avança,
seja lá como for,
mas que venha por inteira,
fique ao meu dispor...
te espero,
quero...
e nem precisa ter amor.
Quero só que se lambuze,
que me use,
com ardor.

Marco Paschoal

Poemas de Sexo: Virtual.   Um adorar, sem poder tocar, só podendo olhar, querendo abraçar, beijar, morder, marcar... mas...

Virtual.

Um adorar,
sem poder tocar,
só podendo olhar,
querendo abraçar,
beijar,
morder,
marcar...
mas ficando sempre,
só com o imaginar.

Marco Paschoal

Poemas de Sexo: - Para isso? - Perguntou Edward, pegando a minha mão, que descia por sua barriga. - O sexo era a chave o ...

- Para isso? - Perguntou Edward, pegando a minha mão, que descia por sua barriga. - O sexo era a chave o tempo todo? - Ele revirou os olhos. - Porque não pensei nisso? - murmurou ele com sarcasmo - Podia ter me poupado muitas discussões.

Stephenie Meyer - Livro Amanhecer

Poemas de Sexo: Que maldade! Me expor essa vontade, e deixar-me essa saudade que eu sinto de você.

Que maldade!
Me expor essa vontade,
e deixar-me essa saudade
que eu sinto de você.

Marco Paschoal